Fórum Brasil Imperial

Fórum dedicado a juntar o Movimento Monarquista do Brasil.
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 SAIR o Príncipe Dom Pedro Henrique, Chefe da Casa Imperial do Brasil (1909-1981)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Luiz.EMP



Mensagens : 36
Data de inscrição : 25/01/2013

MensagemAssunto: SAIR o Príncipe Dom Pedro Henrique, Chefe da Casa Imperial do Brasil (1909-1981)   Ter 5 Fev 2013 - 15:13


Dom Pedro Henrique Afonso Filipe Maria Gastão Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Orleans e Bragança, nascido no dia 13 de Setembro de 1909, em Boulogne-sur-Seine, na França, era filho do Príncipe Dom Luiz Maria (1878-1920), Príncipe Imperial do Brasil, e da Princesa Maria Pia das Duas Sicílias (1878-1973). Ao nascer, como filho primogênito do Príncipe Imperial, ele recebeu o título de Príncipe do Grão-Pará, com o tratamento de Alteza Imperial e Real. Seus padrinhos foram o seu avô-materno, o Príncipe Afonso, Conde de Caserta (1841-1934), Chefe da Casa Real das Duas Sicílias, e sua avó-paterna, a Princesa Dona Isabel (1846-1921), Chefe da Casa Imperial do Brasil. Dom Pedro Henrique teve dois irmãos: Príncipe Dom Luiz Gastão de Orleans e Bragança (1911-1931) e Princesa Dona Pia Maria de Orleans e Bragança (1913-2000).

Com a morte de seu pai, em 26 de Março de 1920, Dom Pedro Henrique se tornou o herdeiro aparente de sua avó, a Princesa Dona Isabel. Com a morte dela, em 14 de Novembro de 1921, ele se tornou o Chefe da Casa Imperial do Brasil, aos 12 anos de idade, situação semelhante à de seu bisavô, Dom Pedro II, que se tornara Imperador do Brasil ainda criança.

Revogada, a Lei do Banimento, a Família Imperial pôde voltar ao Brasil, para as celebrações do Centenário da Independência. Contudo, os Príncipes não estabeleceram residência no Brasil, pois a Princesa Imperial Viúva, mãe de Dom Pedro Henrique, considerou que seus filhos receberiam uma educação melhor na Europa, onde também poderiam encontrar consorte entre os membros da Realeza.

Em 1925, quando tinha 16 anos, o Governo Brasileiro indeferiu o pedido do Príncipe Dom Pedro Henrique, para servir nas Forças Armadas do Brasil. Sua Alteza Imperial e Real se formou em Ciências Políticas, pela Universidade de Sorbonne, na França.

Dom Pedro Henrique se casou, no Castelo de Nymphenburg, em Munique, na Alemanha, no dia 19 de Agosto de 1937, com a Princesa Maria Elizabeth da Baviera (1914-2011), filha do Príncipe Francis da Baviera (1875-1957) e da Princesa Isabelle de Cröy (1890-1982). A noiva, após o casamento, passou a ser Sua Alteza Imperial e Real Princesa Dona Maria Elizabeth de Orleans e Bragança. Tiveram doze filhos:

  1. Príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança (1938-), Chefe da Casa Imperial do Brasil.
  2. Príncipe Dom Eudes de Orleans e Bragança (1939-).
  3. Príncipe Dom Bertrand de Orleans e Bragança (1941-), Príncipe Imperial do Brasil.
  4. Princesa Dona Isabel de Orleans e Bragança (1944-).
  5. Príncipe Dom Pedro de Alcântara de Orleans e Bragança (1945-).
  6. Príncipe Dom Fernando de Orleans e Bragança (1948-).
  7. Príncipe Dom Antônio de Orleans e Bragança (1950-).
  8. Princesa Dona Eleonora de Orleans e Bragança (1953-), Princesa de Ligne.
  9. Príncipe Dom Francisco de Orleans e Bragança (1955-).
  10. Príncipe Dom Alberto de Orleans e Bragança (1957-).
  11. Princesa Dona Maria Teresa de Orleans e Bragança (1959-), Sra. de Jong.
  12. Princesa Dona Maria Gabriela de Orleans e Bragança (1959-), Sra. Machado.

O casal residiu, primeiramente, na França. Com o fim da Segunda Guerra Mundial, em 1945, a Família Imperial pôde estabelecer residência no Brasil, vindo para o país a bordo do navio português Serpa Pinto. Inicialmente, viveram no Palácio do Grão-Pará, indo depois para uma casa no bairro do Retiro, ainda na Cidade Imperial. Dom Pedro Henrique foi presenteado, por um rico comerciante português, com uma casa no bairro de Santa Teresa, no Rio de Janeiro.

Em 1951, o Príncipe comprou uma propriedade em Jacarezinho, no interior do Paraná, para onde se mudou com a Família. Em 1965, ele comprou a Fazenda Santa Maria, em Vassouras, no Rio de Janeiro, onde foi viver.

No Brasil, Dom Pedro Henrique consolidou sua posição como Chefe da Casa Imperial do Brasil. Em 1963, um ano antes do Golpe, os militares ofereceram ao Príncipe o Trono do Brasil, com a proposta de Restaurar a Monarquia, por meio de um golpe de estado. Sua Alteza Imperial e Real imediatamente recusou, afirmando que a Monarquia só deveria ser Restaurada por aclamação popular, através de um plebiscito.

Dom Pedro Henrique faleceu em 5 de Julho de 1981, na Fazenda Santa Maria, aos 71 anos de idade. Ele foi sucedido, na Chefia da Casa Imperial, por seu filho mais velho, o Príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança. Ao seu funeral, compareceram centenas de Monarquistas, vindos de todos os cantos do Brasil.

Texto escrito por Matheus Guimarães, Chanceler do Círculo Monárquico de São Gonçalo (RJ)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
SAIR o Príncipe Dom Pedro Henrique, Chefe da Casa Imperial do Brasil (1909-1981)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Internacional] Casa de John Travolta tem Boeing e jatinho na garagem
» Faça uma casa do seu Boeing 737
» [Brasil] FX-2: Decisão sobre caças pode sair este ano
» Arquiteto constrói casa nos EUA com peças de um Boeing 747
» [Internacional] Rei Juan Carlos I da Espanha é o primeiro chefe de estado a voar no A400M da Airbus

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Brasil Imperial :: Família Imperial e Heráldica :: Brasil-
Ir para: